CONSULTA CERTIFICADO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

CARRINHO VAZIO
R$ 0,00
RJ vai produzir 3,5 milhoes de barris ate 2020
RJ vai produzir 3,5 milhoes de barris ate 2020

 Accelerate: RJ vai produzir 3,5 milhões de barris até 2020 

O sub-secretário do Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro (SEDEIS), Marcelo Vertis lembrou que segundo a EPE, até 2020 o Brasil vai produzir 5 milhões de barris de petróleo

Rodrigo Leitão


Rio de Janeiro (RJ) - Começou nesta terça-feira, 21, no Rio de Janeiro, a 2º edição do Accelerate Oil & Gas – evento que reúne membros da Petrobras, epecistas, petrolíferas internacionais e outros integrantes para explorar oportunidades de projetos, soluções tecnológicas, veículos de financiamento e outros temas relevantes à formação e implantação de projetos de óleo e gás.

Na palestra de abertura, “Visão geral das tendências atuais e oportunidades futuras no mercado de óleo e gás, com foco na cadeia de fornecimento e novas rodadas de licitação dos blocos de exploração e produção do Pré-sal”, o sub-secretário do Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro (SEDEIS), Marcelo Vertis lembrou que segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), até 2020 o Brasil vai produzir 5 milhões de barris de petróleo por dia, sendo que mais de 3 milhões e meio serão oriundos do Estado do Rio de Janeiro.

“Nossa capacidade logística e de infraestrutura é muito grande”, disse Vertis, referindo-se aos inúmeros investimentos que o estado vem recebendo ao longo dos últimos anos, como o Superporto do Açu, o Porto do Rio, Itaguaí e de Maricá.

Entusiasmado com os resultados obtidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Bicombustíveis (ANP) na última semana com a 11º rodada de leilões de blocos exploratórios, o executivo lembrou que este ano ainda terão duas rodadas que são de extrema importância para a cadeia produtiva, como a 12ª Rodada – gás não convencional com diversas bacias espalhadas pelo país – prevista para outubro - , e com a 1ª Rodada do Pré-sal – prevista para novembro.

Vertis destacou que o governo do Rio, vem preparando uma série de investimentos no 1º e 2º elo da cadeia produtiva, com foco no setor de equipamentos subsea e offshore.

“Estamos em fase de licenciamento ambiental para montar um distrito industrial de navipeças na Baía de Guanabara”, ressaltou.

O sub-secretário destacou também a disponibilização de mecanismos de atração de investimentos da Codin e da AgeRio, cujas operações, principalmente linhas de financiamento - sobretudo para micro, pequenas e médias empresas.

 

 

 


Autor: Rodrigo Leitão
Data Postagem: 2013-07-10 18:54:27